3 de outubro de 2015

[Diversos Autores] Sem Saída, Isabela Raiza

(Reprodução)

Olá pessoal! Hoje estou aqui para dar continuidade a um quadro chamado "Diversos Autores" que, se você ainda não conhece, tem por objetivo mostrar o trabalho de outros autores.
A autora de hoje é a Isabela Raiza, com um texto que aborda a manipulação da mídia sobre a humanidade e as consequências disso. Confira:
Desde a infância somos manipulados por todos ao nosso redor se tornando algo constrangedor!

"Sendo deixada levar por uma correnteza gigantesca, um mar de impurezas... A mídia formulando rótulos, tornando nossos dias mórbidos, sendo cruéis, delegando o certo e o errado em simples papéis, crianças sendo menosprezadas... Crescendo conturbadas, a sociedade nos torna seres doentios, atiçando nosso animal sedento por sangue, onde a autodestruição vira o caminho da salvação! Obtemos uma felicidade irreal ao tentar ser quem não somos e o pior... Fazemos isto para agradar as pessoas ao nosso redor, definindo cores e tamanhos adequados para qualquer indivíduo fazendo-nos perseguir a "Sra.Perfeição" Que na verdade não passa de uma mera ilusão, nos agarrando em um ideal, trazendo somente aniquilação, arrastados para um buraco sem fim, onde a nossa própria saúde e sugada, sendo roubada bruscamente... Mascarando-se como uma virtude, sendo somente uma sombra do que já fomos um dia, para poder nos encaixar em uma sociedade patética... Onde a população é maléfica, virando amigo da balança não sendo diferentes para não beirar a abominação, torturas psicológicas corroem ainda mais. Crianças de 10 a 15 anos choram por nunca serem aceitas pelos próprios pais... Virando adolescente onde só esperam o pior... Ouvindo risadas e apelidos maldosos de seus amigos e familiares que deveriam cuidar e amar a cada instante seus pequenos, porém com a mente completamente envenenada influenciam seus filhos a caminharem para o penhasco onde ao se jogar nunca mais irão voltar.... Se odiando por não estar perfeita, completamente adequada, nunca sendo encaixada.... Rasgando sua própria carne para lhes livrar da dor, passando fome para ter um corpo alinhado como das "garotas populares"... Fechando seus olhos e se deixando levar, acordando tarde demais... Agarrando-se na Anna e Mia (Anorexia e Bulimia), inicialmente as mãos tremem, o corpo falha, a vontade não é tão grande, pois o consciente nos trava, escorrendo milhares de lágrimas sabendo que aquilo não é o certo e se descobrirem será julgada como se fosse um crime... Mas o que a sociedade não julga? Engolimos o medo e seguimos em frente em um caminho sem volta... No começo a dor pairava em nossas mentes, mas com o tempo veio um reconforto descomunal onde nunca vira igual... Aquelas pequenas ações traziam resultados com grandes proporções, quilos perdidos em semanas, com somente um dedo em sua garganta. Mergulhando a cada segundo, adormecendo em outro mundo, não conseguindo se despertar vendo seus sonhos sumirem e os pesadelos surgirem... Amigos e familiares agora notavam a diferença e isso faz o problema ganhar mais resistência. A mulher faz sacrifícios para ser a mais bela, querendo ser notada ao seu redor, nunca mais julgada, mas sendo morta por suas próprias aliadas. Sair desta prisão agora é quase impossível, pois ao olhar no espelho a tristeza passa... Se vendo linda, completamente magra, porém isso não é o suficiente, tornando puro osso para ser mais atraente. Enxergando a perfeição chegar em sua casa.
O próximo passo não será o hospital mas sim um funeral... Precisamos nos aceitar da maneira que somos, cada forma nos faz sermos únicas, podemos sentir dor e vergonha de nós mesmas, más fugir não trará a paz desejada... No início tudo parece mágico, tão simples e rápido. Algo completamente fácil, mas aos poucos vai se tornando mais dolorido, você se vicia e nunca quer parar, caindo no chão e vendo seu esforço ser em vão, unhas quebradiças, cabelos fora do lugar e olhar atormentado. Acorrentados em um mundo onde estão sozinhos e que poucos saem vivos... É preciso sair do problema agora antes que seja tarde demais para qualquer ação... Presas em uma cama onde mal são ouvidas... Não devemos nos torturar, somos lindas da nossa maneira, nascendo de formas diferentes então pare de se preocupar... Pois os tratamentos para trazê-la de volta são ineficazes... A sua mente já está destorcida, preferindo a morte ao invés desta vida... Onde a perfeição que procura é sua própria tortura."

Isabela Raiza

Perfeito não é? Intenso e brutal. Parabéns Isa!

E se você também quiser mostrar o seu trabalho para a gente é só enviar um email para reliquiasdeumasonhadora@gmail.com que em breve ele será postado.
É isso pessoal, até a próxima!

2 comentários:

  1. Em êxtase com esse texto. ❤

    Noemí do blog; umagarotasemestilo.blogspot. com

    ResponderExcluir
  2. Em êxtase com esse texto. ❤

    Noemí do blog; umagarotasemestilo.blogspot. com

    ResponderExcluir

Ei obrigada por comentar, saiba que isso me deixa muito feliz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...