9 de março de 2014

Descontraindo


Créditos: na imagem.

Gritos no corredor

Imagem: Aqui

Eu estava dormindo quando de repente ouço o estrondo da porta de um quarto, provavelmente o dos meus pais. Acordo assustada, movendo a cabeça freneticamente em busca do motivo de tamanha violência quando ouço os gritos vindos do corredor. "Ah vai ir embora? pode ir, não precisamos de você." Era a voz da minha mãe, rouca e parecia chorosa. Resolvi ver oque estava acontecendo lá fora, coloquei minhas pantufas e espiei pela brecha da porta. Eles estavam lá. Meu pai, com uma pequena mala nas mãos e o rosto pálido e sem expressão. Já a loira a sua frente era totalmente seu oposto. Suas bochechas estavam molhadas de lágrimas e as mãos tremiam mesmo estando imóveis. 
Era mais uma daquelas brigas que presenciei pela primeira vez aos doze anos e realmente acreditava que não voltaria a vê-las novamente. Talvez vovó tenha me preservado de muitas delas enquanto me levava para passar o final de semana em sua casa, ela sabia que meu pais não andavam bem desde a morte de Caio, meu irmão menor. Ele dizia que a culpa da morte dele era dela por fumar tanto, já ela o condenava por beber demais e lhe causar muito estresse durante a gravidez. A única diferença desta briga para outra era uma mala, uma simples mala que poderia mudar meu futuro daqui para frente. " Papai, para onde o senhor vai?" Atrevi-me a perguntar, me posicionando em frente a eles. Já estava grandinha de mais para me esconder embaixo da saia da vovó como da outra vez. " Lorena, não se meta nisso minha filha. Para o quarto!" " Vocês vão se separar não é?" " Lorena para o quarto" "Papai o senhor não pode deixar a gente ..." "Chega" Ele pisou firme no chão e desceu as escadas para o térreo em busca da porta para a rua e quando finalmente a encontrou girou a maçaneta e me encarou por mais duas ou três vezes, parada no corredor que dava acesso aos quartos, quando finalmente ousou abri-lá e se retirar. Aquela foi a última vez que o vi.

Continua.

8 de março de 2014

Para refletir


Aprendendo a viver

Aprendi que se aprende errando
Que crescer não significa fazer aniversário.
Que o silêncio é a melhor resposta, quando se ouve uma bobagem.
Que trabalhar significa não só ganhar dinheiro.
Que amigos a gente conquista mostrando o que somos.
Que os verdadeiros amigos sempre ficam com você até o fim.
Que a maldade se esconde atrás de uma bela face.
Que não se espera a felicidade chegar, mas se procura por ela
Que quando penso saber de tudo ainda não aprendi nada
Que a Natureza é a coisa mais bela na Vida.
Que amar significa se dar por inteiro
Que um só dia pode ser mais importante que muitos anos.
Que se pode conversar com estrelas
Que se pode confessar com a Lua
Que se pode viajar além do infinito
Que ouvir uma palavra de carinho faz bem à saúde.
Que dar um carinho também faz...
Que sonhar é preciso
Que se deve ser criança a vida toda
Que nosso ser é livre
Que Deus não proíbe nada em nome do amor.
Que o julgamento alheio não é importante
Que o que realmente importa é a Paz interior.

"Não podemos viver apenas para nós mesmos.
Mil fibras nos conectam com outras pessoas;

e por essas fibras nossas ações vão como causas
e voltam pra nós como efeitos."

"Herman Melville"

Música da noite

E a música de hoje é da Mallu Magalhães, uma cantora brasileira que eu descobri faz pouco tempo e ando gostando bastante das músicas, do estilo e da vozinha fofa e calminha que ela tem. 
Então, vamos curtir esse som?



Nem vem 
tirar meu riso frouxo com algum conselho
que hoje eu passei batom vermelho,
eu tenho tido a alegria como dom
em cada canto eu vejo o lado bom ...



Feliz dia da mulher!


Imagem: Google

Ontem eu assisti pela televisão uma matéria que estava sendo exibida pela Tv Record sobre a maior conquista da mulher até os últimos tempos. Esta seria o poder, a liberdade ou a independência do homem? e a pergunta pairava no ar aguardando as opiniões dos telespectadores. e aproveitando o embalo do dia das mulheres resolvi compartilhar minha opinião sobre isto com vocês.
Se puxarmos os arquivos do nosso querido país para não ir mais longe  podemos perceber que a mulher não tinha qualquer tipo de liberdade. Ela não podia votar por não ser considerada uma cidadã, não podia escolher com quem se casava lembram? da época em que a família marcava as mocinhas para se casarem com quem eles quisessem?,era submissa ao homem e muitas das vezes sujeita a torturas ... Além de outros absurdos. Mas afinal, se Deus como diz a bíblia fez a mulher de uma das costelas do homem o objetivo deste não era mostrar que ambos eram seres iguais e tinham os mesmos direitos? pois é. Mas voltando a história brasileira, a mulher alcançou sua liberdade com muita luta,esforço e dedicação e de acordo com a ONU (organização das nações unidas) possui agora os seguintes direitos:

  1. Direito à vida.
  2. Direito à liberdade e à segurança pessoal.
  3. Direito à igualdade e a estar livre de todas as formas de discriminação.
  4. Direito à liberdade de pensamento.
  5. Direito à informação e à educação.
  6. Direito à privacidade.
  7. Direito à saúde e à proteção desta.
  8. Direito a construir relacionamento conjugal e a planejar sua família.
  9. Direito a decidir ter ou não ter filhos e quando tê-los.
  10. Direito aos benefícios do progresso científico.
  11. Direito à liberdade de reunião e participação política
  12. Direito a não ser submetida a torturas e maltrato.      
                                                                                     Fonte: Aqui
                                                                        

Imagem: Aqui 

    Pois bem, acredito que através da liberdade surgiram todas as outras formas de direitos vistas na lista acima e é justamente com ela que muitas das mulheres conseguiram a independência do homem e alcançaram o poder, essa é a minha opinião.  
    Hoje em dia mostramos ao mundo que podemos sim alcançar o homem e quem sabe até superar suas expectativas, afinal nossa presidenta é mulher! 
    Oque nos falta é infelizmente a união que foi perdida com o tempo através da inveja e da falta de amor próprio. Não podemos deixar que simples intrigas nos façam perder o elo feminista que nos une, lutamos juntas para conquistar milhares de objetivos ao longo da história então porque não podemos também trabalhar juntas por um convívio melhor?

                                                  Feliz dia da mulher!

Explicações e novidades

Olá pessoal! tudo bem com vocês? espero que sim. Bom acho que vocês perceberam que eu sumi durante uma semana inteira  sendo que prometi fazer novos posts no feriado de carnaval  mas acreditem, eu tenho um motivo de novo?. Semana de feriado e vocês sabem que os parentes decidem nos visitar certo? então, meu primo passou uma semana aqui em casa e como ninguém além da minha mãe  sabe do blog, decidi manter em segredo. Afinal gosto de ter um cantinho para compartilhar minhas ideias sem que as julguem e tal, acredito que se ele souber não irá fazer isso mas ... Enfim, vamos as novidades que esta folguinha me proporcionou:

- Estou começando a escrever um conto e provavelmente irei publicar aqui no blog.
- Se quiserem podem me chamar de Carol. Mas como disse, meu nome é Estefany Caroline. Aceito apelidos enquanto não acho algo mais original u.u 
- Aprendi novas técnicas de edição no photoscape. Youtube salvando vidas
- E por fim estou pensando em trazer novos quadros para o RDUS (relíquias de uma sonhadora) oque vocês acham? opinem eu ficarei muito feliz!

Bom acredito que terminei de dar minhas explicações e novidades então vamos aos posts!
                                           
                              Estava com muita saudade desse cantinho ♥

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...