17 de setembro de 2014

Uma aula de educação física e várias lições

Olá pessoal. Tudo bem com vocês? Espero que sim. Novamente estou aqui e peço desculpas a vocês pelo sumiço, que tem como motivos quase os mesmos de sempre. Sabem o meu pulso? Então! Parece que tenho uma tal de uma febre reumática, e sim, graças a Deus tem cura! Por isso vou lutar bastante para melhorar logo.

Imagem retirada daqui

Hoje venho a vocês escrever um texto sobre uma experiência que tive hoje. Vocês costumam praticar exercícios nas aulas de educação física? Sim? Eu não! Nunca fiz gente, sério. E como tive o mesmo professor desde a quinta série, conhecida hoje como sexto ano, o professor não ligava muito. Ai cheguei no primeiro ano do ensino médio, professora nova e consequentemente comecei a fazer aulas práticas de educação física. Esse ano já "joguei" basquete e tomei uma bolada na cabeça não riam gente, foi horrível u.u , escapei de uma prova e um trabalho prático de ginástica rítmica porque preferi a parte teórica mas nesse terceiro bimestre não teve jeito, prova prática ou nota 0! Vish o:
Basicamente nós faríamos seis minutos de corrida, abdominal, flexão e polichinelo. Pensem, logo eu que nunca fiz nada do tipo. Mas como a professora disse, o esforço contaria e muito. Por isso, decidi dar o meu melhor e aos poucos fui perdendo a vergonha. Essa é a questão onde quero chegar. Vergonha e timidez. Hoje pude notar que o maior motivo de eu mesma ter me excluído das aulas práticas de educação física é a vergonha de errar, pagar mico, medo do que os outros irão pensar. E acredito que caso um/uma de vocês estejam ou já passaram pela mesma situação o motivo deve ter sido o mesmo.
Quando a gente se sujeita e enfrenta  uma situação dessas em que a nossa timidez e o medo da opinião alheia nos impõem limites acabamos percebendo que a única pessoa que irá realmente reparar em todos os seus erros é você mesma.
Por isso pessoal, tiro de lição que não vale a pena nos escondermos com medo do que os outros vão dizer. E isso não vale só para uma aula de educação física, o conselho se encaixa em muitas situações do dia a dia. Se esforce, seja você mesmo/mesma, e sorria para os erros, eles fazem parte da vida e do aprendizado além de serem o caminho para o acerto e consequentemente para o sucesso.

Adicionais: Consegui fazer 25 abdominais, 23 flexões (só que de um jeito um tanto diferente e mais fácil u.u, ensinado pela professora), e 50 polichinelos \õ/. Imaginem uma pessoa vermelha como um pimentão e descabelada quanto os cabelinhos de um milho! Imaginaram? Era eu ao final da aula de educação física u.u risos

E então pessoal gostaram do texto? Da mensagem? E vocês, já passaram por uma situação deste tipo? Comentem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ei obrigada por comentar, saiba que isso me deixa muito feliz.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...