30 de janeiro de 2016

[Séries] Teen Wolf


Sinopse

A série é baseada em torno de um jovem jogador de lacrosse chamado Scott McCall. Uma noite, ele vagueia pela floresta em busca de um corpo morto e é atacado por um lobisomem. Ele escapa do ataque com apenas uma mordida no seu lado, mas depois começa a notar algumas mudanças em si mesmo. 



Impressões

E cá estou eu novamente para compartilhar minhas impressões com vocês sobre mais uma série, que por sinal, já é a terceira na minha lista de acompanhamentos. Desde que entrei nesse mundo, não parei mais. O objeto de "estudo" da vez (Soou meio técnico não? HASH') é Teen Wolf, uma criação de Jeff Davis no ar desde 2011. 

(Tumblr)

Como em um típico clichê adolescente temos como cenário uma turma de ensino médio cujos protagonistas, Scott e Stiles, são dois deslocados que dificilmente passam percebidos pelos demais. O primeiro tem asma e o segundo é o curioso filho do xerife que está sempre em busca de um novo mistério para brincar de detetive com o melhor amigo. E é em uma dessas brincadeiras que Scott é transformado em um lobisomem, algo que até então era irreal para eles. E o enredo da primeira temporada se baseia na descoberta do garoto e como ele vai lidar com isso, que no caso sua escolha mais que compreensível é se livrar daquele fardo.

(Tumblr)

De início aparenta ser apenas mais uma série a relatar dramas adolescentes com uma pegada de suspense para abalar as estruturas. Mas eu te digo que não. A principal impressão que tive é que a série evolui de acordo com as temporadas, atualmente estou na quinta e raramente vejo vestígios do que um dia aqueles jovens foram, a única coisa que realmente nunca foi tirada deles é a proteção para com as pessoas. O instinto de salvar quem corre perigo.
Para mim os personagens também são muito bem criados afinal até a mocinha, a princípio, Lydia Martin não é apenas um rosto bonito. Todos eles tem uma história por trás de cada comportamento o que os torna cativantes. Fora o fato de que você dificilmente vai conseguir amar mais um protagonista do que um personagem secundário visto que todos eles recebem a devida importância.

(Tumblr)

É engraçado dizer que uma ideia aparentemente simples se tornou uma história complexa e com aba para diversos caminhos e a criação de criaturas sobrenaturais bizarras. Eu particularmente não tinha pretensão de começar a série agora porém resolvi dar uma chance já que tenho uma afinidade com o elenco e não é que me surpreendi? Dei risadas, chorei, briguei e vivi intensamente todas as temporadas até então, por sinal a minha preferida é a terceira. E a cada episódio fica cada vez melhor, é impossível parar. 

(Não sou nada exagerada :x)

Enfim galera, espero que a indicação sirva para tirar você do tédio ou para montar aquela programação para o carnaval. Que tal uma série nova? Teen Wolf é a indicação da vez! 

Stiles approves :P

Até a próxima!

25 de janeiro de 2016

[Humor] Meme Literário

(Créditos na Imagem)

Para rir nesse fim de tarde. Quem mais se identifica? :v

22 de janeiro de 2016

[Indicações] Let It Snow, Jack Por Liv Snow

(Divulgação)

Olá pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje eu estou aqui para fazer uma indicação pra lá de especial, porque a história em questão tem apenas um capítulo e seu protagonista é nada mais e nada menos que Jack Frost. Tudo bem, acho que consegui prender sua atenção, então vamos as informações úteis da obra?

Sinopse

Neve começava a cair na noite fria de dezembro de 2003 quando uma pequena garota teve um pesadelo. Em sua janela estava Jack Frost, sentando e descansando do lado de fora. Ali, surgiu uma amizade que duraria anos e anos. Naquela madrugada do dia 21 de dezembro de 2003, nem Margo Elliot nem Jack Frost sabiam que algo especial havia acabado de ter início. Invernos depois, eles descobririam isso juntos.

Impressões

Possui um dos meus personagens favoritos da animação, uma narrativa fácil e rápida, enredo divertido e um final daqueles. Essa é a mistura de um capítulo que, acredito eu, supera livros de cem ou duzentas páginas, visto que brinca com as emoções do leitor. Vale muito a pena, você vai se apaixonar. 

Onde posso encontrar?


É isso pessoal, espero que tenham gostado. Meu objetivo foi apresentar uma leitura rápida para aquelas com uma rotina corrida, mas que ainda sim, querem se manter no mundo de fantasia. 

Até a próxima!

18 de janeiro de 2016

[Séries] Sobrenatural, Sétima Temporada


Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Demorou mas finalmente eu estou aqui para falar das minhas impressões sobre a sétima de Supernatural (Sobrenatural). Faz um tempo que terminei ela e atualmente estou na décima, mas espero de todo meu coração que eu me lembre de tudo para contar para vocês. Vamos lá?

Sétima Temporada


Sinopse

Os irmãos Winchesters vão estar em uma terra cada vez mais sinistra e cheia de mudanças, encarando um novo inimigo que não se parece com nada do que eles já enfrentaram. Eles descobrirão que velhos truques, armas e esconderijos se tornaram inúteis. Tudo o que eles terão são a si mesmos, e a certeza de que, como os últimos cowboys fora da lei, eles não vão cair sem lutar contra o que quer que se levante contra eles.

Impressões



No final da sexta temporada nos deparamos com um Castiel totalmente fora de si em busca do poder e como consequência disso ele captura as almas do purgatório, mas como nem tudo é perfeito, algo pior também toma posse de seu corpo, os leviatãs. Eles são as primeiras criaturas criadas por Deus e presas ao purgatório por serem terríveis, logo mais percebemos isso claramente. E não suportando a presença deles em seu corpo, o anjo libera as criaturas para o mundo, morre e deixa uma nova praga na mão dos meninos. 


Pelo que eu vi essa é uma das temporadas mais criticadas da série, muita gente acredita que a quinta daria um excelente final. E sim, eu concordo. Mas não acredito que o que veio depois foi inútil ou "enchimento de linguiça", pelo contrário, eu adorei a ideia de ter criaturas tão antigas lutando contra a humanidade pelo seu espaço. Fora que eles são realmente assustadores e insensíveis, além de ter um papel importante na entrada e saída de novos personagens e no relacionamento entre eles. 
O que me incomodou muito na sexta temporada que não aconteceu aqui foram os episódios colocados apenas para cobrir espaço e com cenas lentas e cansativas. Nesta foi tudo muito dinâmico. Havia um plano para acabar com os seres humanos e as criaturas maléficas não perdiam tempo, matavam quem entrasse em seu caminho (</3) e até então não havia algo que pudesse acabar com eles, apenas detê-los. E adivinha só o que era... Produtos de limpeza, sim! É bobo, mas acabou ficando engraçado. 


A solução surge como um raio, literalmente. Existem placas criadas por Deus que orientam como derrotar determinado monstro, no caso, os leviatãs. E somente profetas podem decifrá-las. O escolhido da vez é Kevin, um ex estudante, que após ser realmente atingido pelo raio, parte em busca da palavra encontrada pelo líder dos leviatãs, Dick Roman, e roubada por Sam e Dean. Ela é abrigada com o mais novo em um hospital psiquiátrico, onde ele é atormentado pela presença de Lúcifer em sua mente. 


Então galera, nessa temporada cada um está sofrendo à sua maneira, mas a chegada de novos personagens muda o rumo da história e nos mostra que a cada dia a família e a amizade são aspectos na qual jamais devemos desistir. Eu gostei muito dos desfecho que deu abertura para uma próxima temporada épica, e o meu episódio favorito desta foi "A Garota Tatuada com Masmorras e Dragões" onde surge a Charlie, a ruiva mais cômica da série.

É isso pessoal, espero que tenham gostado. E em breve libero a parte dois, falando da oitava temporada porque se eu colocasse junto daria um post imeeeenso.

E você, o que tem a dizer sobre essa temporada? Conta para a gente.

Até a próxima!

14 de janeiro de 2016

[Livro x Filme] Diário de Uma Paixão


SPOILER

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje estou aqui para estrear o primeiro post da série "Livro x Filme" que como sugere o título, irá citar as diferenças entre as duas obras. Bom eu queria deixar claro que são formas diferentes de apresentar uma história por isso de forma alguma a representação cinematográfica de duas ou três horas conseguirá detalhar um livro de duzentas, trezentas páginas. Por isso levem a série como forma descontração .
Bem a nossa primeira vítima MUHAHA :P, será o livro Diário de Uma Paixão na qual recentemente eu fiz uma resenha, caso queira  conferir. Vamos começar?

(Tumblr)

No filme temos mais detalhes do verão de Noah e Allie, como por exemplo, do dia em que eles se conhecem. O filme demonstra através de cenas engraçadas o começo da relação dos personagens, os atores são cativantes e nesse início estão garantidas boas risadas. A figura dos pais de Allie tentando controlar o envolvimento dela com ele também é mais ativa no filme. Enquanto no livro Sparks reduz essa parte a rápidas descrições para então focar no reencontro do casal.

Senti que o Noah do filme é mais frio ao rever Allie.

No livro há detalhes do jantar que Noah preparou para ela, conta até mesmo que Allie se sujeitou a ajuda-lo na preparação. Já no filme eles partem direto para a comilança :v

Conhecemos mais no filme sobre Lon que tem uma cena dedicada a sua profissão.

(Tumblr)

No filme temos mais foco na vida de Noah após a ida de Allie, como por exemplo, em sua relação com Marta sua vizinha. No livro ela é citada pouquíssimas vezes.

No livro sinto que a mãe da Alisson é mais fria. Porém no filme há um destaque para o passado dela onde também houve uma paixão proibida que por coincidência também era pobre como Noah. Talvez essa seja uma das explicações para a escolha da filha, o incentivo da mãe em seguir seu coração para não se arrepender.

No livro as cartas não recebidas de Noah são lidas por Allie na garagem do hotel onde Lon está hospedado. Mas no filme, são lidas no caminho. Acredito que sentimos mais emoção nessa parte com o livro, que relata cada carta. 

(Tumblr)

 No filme temos a visita dos filhos do casal na clínica, achei tão fofo. Enquanto no livro não me lembro deles terem feito isso.

Senti que a Allie em sua fase mais velha é representada como alguém mais "tranquila" até certo ponto no filme. Ao contrário do livro, em que sentimos seu desespero e por vezes até parei de ler porque é algo muito doloroso e emotivo.

No filme fica explícito a morte dos personagens. No mesmo dia, mesma hora e lado a lado. No livro eles terminam juntos, mas não é declarado o momento exato da morte. 

Bom pessoal, é isso! Espero que tenham gostado tanto quanto eu gostei de escrever. Lembrando que são detalhes que achei relevantes para destacar e que para mim não existe melhor ou pior, apenas formas diferentes de retratar uma história.
Até a próxima!

13 de janeiro de 2016

[Músicas] Demons, Imagine Dragons


Não importa o que criamos
Ainda somos feitos de ganância
Este é o meu reino vindo
Este é o meu reino vindo ...

10 de janeiro de 2016

[Tags] Hábitos de Leitura

(Tumblr)

Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje eu estou aqui para responder mais uma tag (nunca vou me cansar disso :P), desta vez apontando meus hábitos de leitura, encontrei no blog Palavra por Palavra. Enfim, vamos lá?

1. Quando você lê? (manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo)
Eu leio quando tenho tempo, que pode variar entre manhã, tarde e noite. Mas pessoalmente, eu prefiro ler a noite de baixo de uma coberta quentinha


2. Você lê apenas um livro de cada vez?
Normalmente sim, afinal gosto de dar atenção exclusiva a um de cada vez.

3. Qual seu lugar favorito para ler?
Meu quarto, com certeza.

4. O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste ao filme?
Depende de quem eu conhecer primeiro. Se eu for assistir um filme e descobrir o livro antes, procuro ler o livro. Mas em alguns casos, isso é inevitável. Foi assim com Jogos Vorazes, filme primeiro e livro depois.

5. Qual formato de livro você prefere? (áudio-livro, e-book ou livro físico)
Prefiro livro físico, o toque não tem preço! Na verdade tem sim :v.  Mas o E-book já me salvou inúmeras vezes.

6. Você tem algum hábito exclusivo ao ler?
Ás vezes gosto de marcar em um papel as palavras diferentes e pesquisar o significado depois.

7. As capas de uma série tem que combinar ou não importa?
Não importa. Não sei se é porque ainda não montei minha estante, mas a combinação entre capas nunca fez tanta diferença para mim D:

É isso pessoal, espero que tenham gostado e até a próxima!

7 de janeiro de 2016

[Resenhas] Legend, Marie Lu


Páginas: 255


Sinopse

“Legend” é o primeiro livro da série distópica há muito tempo aguardada pelos fãs. Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C, na atual República da América. Conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda.

Enredo

(Tumblr)

O primeiro volume da trilogia Legend nos leva a um futuro distópico onde a cidade de Los Angeles se tornou a República da América, um tipo de governo militar aparentemente perfeito apesar das constantes guerras com inimigos. E que para estabelecer a ordem na sociedade, realizam uma prova física e mental onde seu futuro é decidido através da nota. Parece clichê? Mas calma, esse é só o ponta pé inicial de uma reviravolta de acontecimentos. Ao longo das páginas conhecemos os protagonistas, Day e June, dois resultados opostos da prova. Ele, o criminoso mais procurado do país. Ela, o prodígio da república. Somente uma fatalidade como a morte do irmão da garota que poderia fazer com que caminhos tão distintos fossem cruzados e a partir disso revelassem tantos segredos. 

Impressões

Preciso começar falando da narrativa incrível dessa autora que com extrema facilidade conseguiu descrever cenários distópicos altamente complexos mas que em suas mãos se tornaram simples, objetivos e fáceis de serem imaginados. Por experiência própria digo que fomos levados até a república. Até os subúrbios do Lake, setor natural de Day. E ao alto escalão da sociedade, as melhores universidades, onde June se esforça para ser sempre a melhor. E em como achei genial o fato dela alterar a narrativa entre o ponto de vista dos dois protagonistas fazendo com que os leitores entendessem os motivos pelas quais cada um deles lutam. 

(Tumblr)

June, de cara parece ser mais uma garota mimada que sempre teve tudo o que queria e nunca realmente soube o que era sofrer. Porém, me orgulho de dizer que ela me surpreendeu e me conquistou de fato. É o tipo de garota que salva ao invés de precisar ser salva. Aquela que desde menor aprendeu que para alcançar seus objetivos, só dependia de si mesma. E além disso, prefere seguir a razão ao invés do coração. O que para mim é uma característica peculiar em um protagonista. 

(Tumblr)

Day é apresentando pelo seu governo como um criminoso altamente perigoso, frio e calculista. Mas ao contrário disso, chega a ser mais emocional do que June. Sua motivação é a família que além de sofrer com a miséria ainda precisa lidar com a ameaça da praga, uma doença que isola o setor onde ele, antigamente, vivia. Ao lado de Tess, sua amiga, eles tocam o terror, literalmente, na república. Afinal militares tão bem preparados não conseguem encontrar um simples garoto? Ou seria, homem? Nem isso eles sabem, afinal nosso loirinho (de cabelos longos, isso mesmo :B) é sagaz, toma cuidado para não deixar rastros e ainda por cima tem a solidariedade de ajudar quem quer que precise, indo contra quaisquer valores da sua sociedade. 

Claramente minha reação com as reviravoltas do livro :P

Não posso falar mais se não vou acabar soltando vários spoilers, mas saiba caro leitor, que ler Legend é uma montanha russa. Quando você acredita que tudo parece bem e aceitável, surge um novo acontecimento extraordinário que de repente vira tragédia e te faz chorar litros, isso porque nem é o fim da trilogia. Tudo é descrito e realizado no momento certo, por isso não tem como enjoar ou cansar de ler. A única coisa que me incomodou, e eu não poderia deixar de falar, é o fato da prova ser realizada com crianças de apenas dez anos, talvez seja parte da construção da história mas questionei o fato de seres tão jovens apresentaram habilidades tão incríveis sem nenhuma espécie de pré-treinamento ou algo do tipo. 
Enfim, é apenas isso que tenho a dizer gente. Em poucas páginas Marie Lu te leva a outro mundo e te faz vivenciar sensações reais, é algo incrível e por isso eu super recomendo a leitura. 
Juntamente com os personagens somos colocados contra a parede, nos obrigando a rever os próprios conceitos e no que acreditamos a vida inteira afinal aparência não é tudo. 

Frases Marcantes

(Tumblr)

"Não serei autorizada a forçar Day a vir a mim, o que só me deixa uma opção: eu vou ter de ir atrás dele."

"Os soldados disparam uma saraivada de balas contra mim. Eu me escondo atrás da chaminé. Fagulhas voam por toda parte. Cerro o dentes e fecho os olhos. Não posso fazer nada nesta situação. Estou impotente."

"— Porque cada dia significa novas 24 horas. Cada dia quer dizer que tudo é possível de novo. Você pode aproveitar cada instante, pode morrer num instante, e tudo se resume a um dia após o outro - Ele olha para a porta aberta do vagão da ferrovia, onde faixas escuras de água cobrem o mundo. — E aí você tenta caminhar sob a luz." 

Comentário de quem também já leu:

"Legend não e só uma distopia, é um livro sobre a verdade que outras pessoas escondem,e sobre como a família é um vinculo único, e que mesmo a pessoa que se considera a mais sem graça pode ser a própria lenda." Rafaela Souza

Foi ela que me apresentou a trilogia e pediu para eu falar isso, KKKKKK' u.u 

Ok parei, obrigada Rafa por me apresentar a trilogia!

É isso pessoal, espero que tenham gostado. Estou ansiosa para o fim da trilogia e assim que o fizer conto tudo para vocês, até a próxima!

4 de janeiro de 2016

[Resenhas] Extraordinário, R.J Palacio


Páginas: 320

Sinopse

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Enredo

(Tumblr)

O livro é narrado não só pelo ponto de vista de August mas também de seus parentes e amigos. E inicialmente acompanhamos a rotina de uma criança que se priva das relações sociais por conta de sua deformação. Até o momento em que a mãe decide que ir a escola talvez venha a fazer bem a ele. A partir de então, os efeitos dessa escolha atingem diretamente nosso protagonista que apresenta diversas formas de lidar com seu medo, além dos que acompanham sua história, a reação de alguns deles e sua visão sobre Auggie.

Impressões

Com um roteiro original e realista, para mim, R. J Palacio é feliz com a criação de Extraordinário. Foi uma das histórias mais marcantes que li até hoje por conta da forma simples de contar algo tão complexo quanto o bullying. Com certeza você já se deparou com a constrangedora situação de ser o centro das atenções, seja por um motivo bom ou ruim, mas tente imaginar essa realidade sendo constante e sempre levada para o lado negativo. Essa é a história do nosso protagonista.
Por conta da sua deformação Auggie é sempre visto como "estranho", é motivo de cochicho e de "nojo". As pessoas o evitam. E cá entre nós, como seres humanos provavelmente você já parou para comentar com o colega ao lado algo peculiar ou diferente que havia visto mas já imaginou como esta pessoa se sente ao ver isso? Conhecemos esse lado através de Extraordinário.
É triste ver que uma criança tão nova já sofre tanto por ser diferente e ainda mais triste saber que nossas raízes estão encaminhadas para o estranhamento, a desconfiança e a curiosidade diante disso. 
Através de capítulos curtos acompanhamos a inocência de uma criança de dez anos, fã de star wars, com uma irmã mais velha protetora, pais bacanas e uma cachorrinha amiga. Porém que convive desde cedo com o sonho de ser aceito e os efeitos disso sobre os que convivem com ele. 
O que mais me encanta é o carisma transmitido pelos personagens e a forma realista como a gente consegue enxergar os fatos, por mais dolorosa ou por vezes engraçadas que possam ser as cenas sabemos que elas existem. Fora a força com que o Auggie lida com sua deformação e o incentivo de quem o ama que o fazem evoluir durante o livro e aprender que mesmo diante das dificuldades, é possível superar e buscar uma vida feliz. 
A maior lição que tiro dele certamente é passar a enxergar a realidade com outros olhos. Pensar nos efeitos de suas ações no seu próximo e em como podemos tornar o mundo melhor ao escolhermos a gentileza, solidariedade e compaixão. Pois se o bullying hoje existe, é por conta de uma escolha mal feita, porque escolher entre o ódio se existe o amor? Vamos ensinar as nossas crianças valores diferentes, espalhar a diversidade e o quanto ela pode ser incrível. 

Frases Marcantes

"A única razão de eu não ser comum é que ninguém além de mim me enxerga dessa forma."

"Todo que é nascido de Deus vence o mundo."

"Eu estava tão nervoso que, em vez de frio, eu estava com um polo norte inteiro na barriga!"

"Quando tiver que escolher entre estar certo e ser gentil, escolha ser gentil."

"Não precisamos dos olhos para amar, certo? Apenas sentimos dentro de nós."

"É engraçado como às vezes nos preocupamos muito com uma coisa e ela acaba não sendo nem um pouco importante."


"Acho que devia haver uma regra que determinasse que todas as pessoas do mundo tinham que ser aplaudidas de pé pelo menos uma vez na vida."

"A grandeza não está em ser forte, mas no uso correto da força."

É isso pessoal! Espero que tenham gostado. E você ai, também já leu Extraordinário? Conta para a gente oque achou.
Até a próxima!

3 de janeiro de 2016

[Músicas] Flashlight, Jessie J


Eu tenho tudo o que preciso quando você está comigo
Eu olho à minha volta, e vejo uma vida boa
Estou presa no escuro, mas você é minha lanterna
Você me guia, me guia pela noite ...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...