31 de dezembro de 2015

[Escritos] 2015


Se tem uma coisa que eu fiz questão de fazer na virada de 2014 para 2015 é deixar para trás tudo que me fazia infeliz, receber o novo ano de braços abertos e acreditar que sempre podia melhorar. E talvez tenha sido essa mudança, em mim mesma, que fez com que 2015 fosse um ano diferente para mim.
Posso dizer que foi o ano em que o destino me obrigou a fazer algumas escolhas. Eu mudei de escola, me inscrevi para um curso técnico profissionalizante, aprofundei minha paixão por livros, séries, filmes e pelúcias, me arrisquei em lugares diferentes, aprendi o papel da família, conheci gente nova e fortalecei as velhas amizades. Afinal é na convivência do dia a dia, na superação de cada dificuldade e no apoio que você têm para isso que podemos discernir quem realmente está com você. 
Foi o ano em que o medo deu lugar a vontade de mudar e construir um futuro diferente para que eu tivesse a oportunidade de colocar em palavras a superação de algumas barreiras e o quanto foi bom me libertar do que por muito tempo me impediu de ir atrás dos meus sonhos. 
Eu cresci.
Não só fisicamente como costumam dizer, mas principalmente, mentalmente que é onde realmente mora boa parte daquilo que te impede de seguir em frente. O nosso maior inimigo somos nós, e acredite, essa frase nunca fez tanto sentido quanto agora. Porque veja bem, se te criticam por maldade, cabe a quem guardar isso ou não? Se tem medo de arriscar, cabe a quem superar ou não? Se algo não te faz bem, cabe a quem se afastar disso? É, é só você. 
É claro que não é tão fácil na prática quanto parece aqui escrito, é doloroso, exige força e muita persistência. Mas é para isso que existe a sua família, amigos, pessoas especiais, sonhos e crenças, para te levantarem quando você cair. Mas cabe a nós decidirmos que rumo tomar, permanecer no chão ou erguer a cabeça e direcionar os passos.
São escolhas. E por experiência própria eu digo que elas vão te mudar, seja para o bem ou para o mal. Eu conquistei muitas coisas através das minhas. Gente nova que me fez enxergar a vida de formas diferentes, passeios a lugares inesquecíveis e descobrir que eu nunca estarei sozinha de verdade. É naquele momento que bate a bad que devemos olhar em volta e perceber que têm uma galera que acredita em você e faz de tudo para te ver sorrir. Por isso não se deixe levar por qualquer que seja o problema que te aflige, tudo passa amigo, isso é fato.
Recomece, mas não só porque é ano novo, mas porque você quer fazer acontecer mudança que tanto sonhou para sua vida. E o faça, por você, por aqueles que estão com você, e pelo mundo. Porque de gente sem esperança, sem sonhos, esse lugar está cheio, seja diferente, faça a diferença, à sua maneira. O primeiro passo é seu, e quem sabe o destino também te dê um empurrãozinho! Depois é só usufruir do resultado disso, de cada conquista, sendo ela pequena ou grande.
Eu sei que esse é só o início de uma longa jornada de superações, mas eu tenho certeza de que serei capaz de vencer.

Bom é isso pessoal, queria deixar um agradecimento um tanto quanto peculiar para 2015 que apesar das surpresas nem tão bacanas, foi o ano em que eu mais me superei, aprendi e entendi que a vida é bem mais que os nossos limites. E que venha 2016 com muita paz, saúde, superação, aprendizados e conquistas 
E feliz ano novo, que o próximo ano seja repleto de positividade e tudo que há de bom para todos vocês

Gostou do texto? Que tal deixar um comentário abaixo? Aproveita e conta para gente como foi seu ano e o que espera para 2016!

29 de dezembro de 2015

[Tags] Acabei de te conhecer!

(Tumblr)

Oi pessoal, tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje estou aqui para responder uma tag que a Bru Vieira criou, é bem bacana. Espero que gostem.

1. Qual a última música que você ouviu ? 
Hello da Adele, agora tô tipo assim:


2. Qual personagem de filme você namoraria ? 
De filme eu namoraria o Peeta de Jogos Vorazes. Ele é muito fofo gente . Fora que é um padeiro, quer coisa melhor que um pãozinho quentinho de manhã todos os dias? :B

3. Qual roupa você usa quando nenhuma outra da certo ? 
Blusa preta e calça jeans, combinação infalível!

4. Se você visse o namorado da sua melhor amiga beijando outra garota o que você faria? 
Eu encontraria uma forma de contar para ela, afinal não aguentaria vê-la em um relacionamento de mentiras. 

5. Qual comentário mais ofensivo que já te fizeram e o que você fez ? 
Graças a Deus ainda não tive essa experiência.

6. Como você queria que fosse seu primeiro beijo e como realmente foi ?
Eu quero que seja com alguém que eu realmente goste, afinal isso é o que importa. Em relação ao lugar, o momento que torna ele perfeito. Olha só, filosofei u.u

7. O que você mais gosta no seu corpo e por quê ? 
Gosto muito dos meus olhos, eles são um misto de azul com verde, duas das minhas cores favoritas. 

8. Qual lugar do mundo você gostaria de conhecer e porquê? 
Eu gostaria muito de conhecer um lugar com neve. Sério, esse é um dos meus maiores sonhos. Então eu fico com Londres na época de inverno de preferência :)

9. O que você faz vivermos em um mundo melhor ? 
Eu procuro não jogar lixo nas ruas, esse é uma das regras que sigo bem a risca, guardo sempre  nos bolsos ou em uma sacola. 

10.  Qual é a música da sua vida ? 
Até hoje foi Life Happens, do Brandon e da Leah. Não é uma música conhecida mas transfere uma mensagem muito positiva que me ajudou a superar fases difíceis. 


É isso galera. Quem quiser responder, fique a vontade. 
Até a próxima!

25 de dezembro de 2015

[Resenhas] Deixe A Neve Cair


Páginas: 336
Compre Aqui

Sinopse

Na noite de Natal, uma tempestade de neve transforma uma pequena cidade num inusitado refúgio para encontros românticos. Em Deixe a Neve Cair, bem sucedida parceria entre três autores de grande sucesso entre os jovens, John Green, Lauren Myracle e Maureen Johnson escrevem três hilários e encantadores contos de amor, com direito a surpreendentes armadilhas do destino e beijos de tirar o fôlego. E provam que o amor verdadeiro pode acontecer quando e onde menos se espera.

Enredo

Neste livro podemos encontrar o resultado da união de três autores em três contos diferentes mas com uma ligação em especial, uma noite de natal e vários problemas. 
Primeiramente entramos no mundo de Jubileu através do conto titulado como "Expresso Jubileu", de Maureen Johnson. Ela é um prodígio. Inteligente, educada e com uma vida perfeita e feliz até que seus pais fanáticos por uma coleção em particular acabam se envolvendo em uma briga e sendo presos. Então nossa protagonista é obrigada a ir passar a noite de natal com seus avós, isso se o seu trem não tivesse quebrado no meio da trajetória. 
No segundo conto, "O Milagre da Torcida de Natal" de John Green, conhecemos Tobin, Duke e JP um grupo de amigos que para passar o tempo decidem fazer uma maratona de filmes até que surge uma missão peculiar , ir até a cafeteria da cidade, em meio a nevasca, para encontrar um grupo de líder de torcidas bonitonas, coisa que não se vê todo dia. Os garotos não perdem tempo enquanto Duke, a única garota do grupo, se demonstra um tanto quanto incomodada com a situação. 
E por fim, no terceiro conto, "" O Santo Padroeiro dos Porcos" de Lauren Myracle, é narrado por Addie, uma garota extremamente egoísta, dramática e infantil que acaba de terminar seu namoro e não sabendo lidar com isso, se considera a única pessoa com problemas no mundo. A questão é que uma tarefa lhe é atribuída, a dúvida será se seu egocentrismo permitirá que ela cumpra. 

Impressões

Não é novidade que o Natal é uma das minhas datas prediletas e um livro com esse tema me encantou logo de cara. Conhecer o drama de personagens diferentes porém com histórias ligadas é o elemento mais incrível que os autores puderam criar mas apesar de achar que todos os contos tiveram algo em especial sempre tem aquele que agrada mais, no meu caso foi o primeiro.
A forma como Maureen narra é simples mais encantadora. Ela consegue relatar fatos complexos em frases curtas e objetivas. O roteiro do conto parece ter sido bem elaborado e além de carregar um humor básico também apresenta personagens cativantes e um final magnífico.
Também gostei dos demais contos mais senti mais dificuldade em prosseguir o livro por conta deles. Achei a linguagem um pouco carregada e as ações narradas lentamente chegando até a serem cansativas. Sendo que isso ocorre em maior escala no conto da Lauren.
E a lição que tirei deste livro é como cada personagem tinha um problema diferente mas bastou que saíssem da zona de conforto, o "comodismo", que encontravam a solução que parecia estar estampada em seus narizes. Eles superaram dramas, evoluíram e mostraram que não há melhor época do ano para crescer, perdoar e amar. 

Frases Marcantes


"A proximidade não leva à familiaridade."

"Em termos de personalidade. Escreve poesias secretamente ou algo assim? Dança pelo quarto quando acha que não tem ninguém olhando? É engraçado com você? Qual é a essência dele?"

"O que é loucura para um pode ser sanidade para o outro, imagino."

"Deixe a neve cair. Deixe a neve cair e me enterrar."

"É piadinha acreditar em sonhos? É piadinha superar a adversidade para tornar tais sonhos realidade?"

"Quanto a mim, eu o amava tanto que doía."

"Você só precisa dar uma boa olhada em si mesma, mudar o que precisa mudar e seguir em frente."

"Os olhos dele, quando finalmente se afastou, pareciam aconchegantes como chocolate derretido. Ele sorriu, e eu me derreti em uma poça de chocolate também."

É isso galera, espero que tenham gostado da resenha. E para você que se interessou em comprar esse livro eu recomendo, mas saiba que por hora tende a se tornar algo cansativo por conta de algumas ações mais descritivas mas nada que não possa ser superado. E você que também já leu, conta para  agente oque achou!



Até a próxima!

23 de dezembro de 2015

[Resenhas] A Herdeira, Kiera Cass


Páginas: 360
Sinopse

Vinte anos atrás, America Singer participou da Seleção e conquistou o coração do príncipe Maxon. Agora chegou a vez da princesa Eadlyn, filha do casal. Prestes a conhecer os trinta e cinco pretendentes que irão disputar sua mão numa nova Seleção, ela não tem esperanças de viver um conto de fadas como o de seus pais… Mas assim que a competição começa, ela percebe que encontrar seu príncipe encantado talvez não seja tão impossível quanto parecia.

Enredo

Diferentemente da Seleção de Maxon, a de Eadlyn não era planejada oque criou todo o alvoroço na família e também no reino. A questão é que nosso casal predileto agora são Rei e Rainha de Illéa e o peso da coroa tende sob os dois com os conflitos causados por conta das antigas castas. E a distração para o público passa a ser a filha primogênita, o caos de fato se instala porque ela não quer isso.
Olhando assim por cima certamente você teve a impressão de que América e Maxon se tornaram pais horríveis a ponto de colocarem a filha como uma "distração", mas calma, a decisão foi tomada a muito custo por eles que sofreram com isso e ainda mais com a rejeição de Eadlyn que é bem mimada e egocêntrica. Ao longo das páginas conhecemos sua personalidade e o quanto a criação em um castelo com todos os mimos e benefícios pode fazer com que o poder suba a sua cabeça. 
Quando ela finalmente aceita a seleção tem cartas na manga para fazer com que eles e seus pais desistam de qualquer ideia de casamento. 

Impressões

A primeira coisa que você leitor da antiga trilogia vai estranhar é que o livro é narrado pela própria herdeira, Eadlyn. Ela é muito diferente da América no sentido de valorizar as coisas. É egoísta e nariz empinado, mas ainda sim se preocupa com os pais e tem um carinho enorme pelos irmãos.  No final percebemos que tudo é só uma armadura contra mágoas e ela acaba sendo apenas frágil.
Quando nota que a seleção se torna uma necessidade em sua vida ela se vê cercada de mundos opostos ao seu e o quanto uma escolha pode afeta-la. A narrativa de Kiera é a mesma, simples, descritiva na medida certa e objetiva a ponto de colocar as cartas na mesa e surpreender o leitor quando ele menos espera. Confesso que não esperava por aquele final.
Além de que nossos velhos conhecidos agora são adultos conscientes e Meri já não é a ruiva impulsiva, Maxon o rapaz sofrido e Aspen o ex "mala". Agora são Rainha América, Rei Maxon, Soldado Leger. E se lembra da Marlee? ou deveria dizer, Madame Marlee? Engraçado isso não é? A passagem de tempo realmente mexeu comigo.
Acredito que vocês também iram gostar dos selecionados, alguns pelo menos. Não tenho muita ideia de quem a Eady vai ficar porque a autora deixou em aberto opções bem plausíveis, mas tenho minha torcida pessoal. #TeamKile #TeamHenri :p
Recomendo a leitura por ser fácil e objetiva, a forma como a Kiera escreve é incrível e eu admiro muito isso nela. A história também é bem desenvolvida, a Eadlyn é uma personagem forte, independente e com características marcantes, muitos odeiam isso nela mas eu acredito que é só resultado da realeza em sua vida. Certo, o Maxon também era príncipe mas não era assim, digamos que cada um tem uma índole pessoal, não é mesmo? Mas antes leia os demais livros, pois você pode se perder um pouco na história de A Herdeira caso não tenha lido os anteriores. 

Frases Marcantes

"Nunca consegui prender a respiração por sete minutos. Nem sequer por um. Uma vez tentei correr um quilômetro e meio em sete minutos depois de descobrir que alguns atletas faziam isso em quatro, mas fracassei espetacularmente quando pontadas na lateral do abdome me deixaram exausta no meio do percurso. Contudo, há uma coisa que consegui fazer em sete minutos que a maioria das pessoas consideraria bem impressionante: me tornar rainha."

"— Você é como a sua mãe e a minha. É determinada. E talvez o mais importante: não gosta de fracassar. Sei que tudo isso vai funcionar. No mínimo, porque você vai se recusar a deixar o contrário acontecer."

"Não venha com essa. Não faça parecer menos do que é. Eu jamais seria capaz de fazer algo parecido."


"Não sei se alguém sabe o que procura até encontrar."


É isso galera, espero que tenham gostado.  E caso queiram conhecer um pouco dos outros livros, fiz uma resenha aqui.
E até a próxima!

20 de dezembro de 2015

[Resenhas] Diário de uma Paixão, Nicholas Sparks


256 Páginas
Compre Aqui

Sinopse

A história começa no início de outubro de 1946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido a enorme diferença de classe social entre os jovens. Allie e Noah, lutam para levar uma vida normal, mesmo estando distantes. Até que um artigo de jornal muda tudo e reacende um amor há 14 anos adormecido.

Enredo

A história é narrada por Noah Calhoun um senhor de idade que atualmente vive com a sua esposa Allison Nelson em uma casa de repouso por conta da idade e das diversas doenças que surgiram com ela, sendo a principal deles, o alzheimer que afeta Allie. Por conta disso, seu marido se vê disposto a contar a ela através de relatos escritos em um diário o romance que viveram mas que por consequência do tempo ela não se recorda. 
Então é assim que somos introduzidos a vida do casal a anos atrás em um verão que marcara suas vidas e eternizava um romance porém a diferença entre as classes sociais os separaram. E somente anos depois o destino que os reuniu, trazendo atona escolhas difíceis sobre o futuro.

Impressões

O mais famoso livro de Nicholas Sparks tem uma narrativa aconchegante que de maneira simples consegue transitar seu leitor  entre diversas fases da vida dos personagens. Ele explora a dependência dos jovens a seus pais por serem menores de idade, as consequências do tempo em um relacionamento e como crescer pode ser complexo e doloroso.
Uma das minhas maiores surpresas foi ver Allie com alzheimer porque digo por experiência própria que já estou acostumada com a morte de alguém no fim e com eles não foi muito diferente. E foi então que quebrei a cara e acabei sofrendo mais ainda, afinal imagina você viver um romance daqueles de tirar o fôlego para uma doença simplesmente roubar suas melhores lembranças? Roubar a sua história? E no caso de Noah, conviver com o amor da sua vida sendo que ela mal sabe quem é você e a toda manhã ressalta isso. Estou destruída, apenas. E admiro realmente a forma como ele nos mostra que o amor supera qualquer coisa ao nos apresentar um protagonista também doente, sofrido e que ainda diante dessas dificuldades não desiste de sua amada e tem aquela fé na melhora que nem mesmo a ciência acredita. 

Frases Marcantes

"Não sou nada especial; disso estou certo. Sou um homem comum, com pensamentos comuns e vivi uma vida comum. Não há monumentos dedicados a mim e o meu nome, em breve, será esquecido, mas amei uma pessoa com toda com toda a minha alma e coração e, para mim, isso sempre bastou."

"É a possibilidade que me faz continuar, não a certeza, uma espécie de aposta da minha parte. E embora você possa me chamar de sonhador, de tolo ou de qualquer outra coisa, acredito que tudo é possível." 

"(...) A ciência não é a única e definitiva resposta; eu sei disso e aprendi ao longo da vida. E isso me faz acreditar que os milagres, por mais inexplicáveis ou inacreditáveis, são reais e podem acontecer sem levar em consideração a ordem natural das coisas."

"Às vezes, o nosso futuro é definido por aquilo que somos, e não por aquilo que queremos."

“Fique tranquila - esteja a vontade comigo…
 Enquanto o sol não rejeitar você, eu não rejeitarei você.
 Enquanto as águas não se recusarem a brilhar para você e as folhas a sussurrar para você, as minhas  palavras não se recusarão a brilhar e sussurrar para você.”  

Não consegui colocar todas as frase aqui se não ficarei bem extenso gente, são todas incríveis. Amei o livro e super recomendo! E você tem algo a dizer sobre ele? Conta para a gente.

14 de dezembro de 2015

[Escritos] Sobre Sonhos

(Arquivo Pessoal)

Sonhar. Certamente essa é uma palavras que mais me acompanha ao longo da minha trajetória. Desde menor, meus pais desejam "Bons sonhos", ao crescer um pouco mais a palavra ganha um novo significado "Corra atrás de seus sonho" e mais um outro "Não desista dos seus sonhos". Mas afinal, o que é sonhar? O que são os sonhos?
Para mim sonhos são aqueles desejos mais profundos que te fazem perder noites imaginando como seria realizá-los. 
Sonhar é necessário pois quando você acredita que ele possa se tornar real você corre atrás do que acredita. 
Existem aqueles maiores como morar fora do país, ou os tradicionais como conquistar a casa própria e um bom carro, mas também há quem diga que existem os loucos, malucos, impossíveis e a maioria dos meus se encaixam nessa categoria. 
Talvez agora você esteja pensando, poxa você não é uma garota de sorte isso é algo impossível, seja mais simples. Sonhe baixo. Mas isso nunca funcionou para mim. Minha visão de futuro sempre foi grandiosa e otimista, sempre alta e peculiar. Eu quero conhecer a neve, publicar um livro, inspirar alguém. E eu te digo, se Deus coloca um sonho em seu coração não é por acaso, você é capaz de realizá-lo.
E eu sou a prova viva disso. 
Veja bem, ainda não consegui nenhum dos três acima mas se lembra daquela lista de desejos de consumo? É, eu risquei dois itens da minha lista nada comum. Entre meus desejos estavam um urso mega grande e uma coleção dos livros do Harry, eu comecei pensando diferente, pensando alto! Afinal não são itens de preço reduzido e que se encontra em qualquer esquina. Mas eu acreditei que eu podia e então eis que surge a surpresa. 

(Arquivo Pessoal)

Uma senhora e sua filha leem o relíquias e tem a grande ideia de dar um empurrãozinho no meu sonho. Um passo para sua realização. E somente por isso que hoje digo que eles estão aqui comigo, ao meu lado, mais próximos do que eu poderia imaginar. Estes anjos, é assim que eu passei a chamá-las, são a dona Ivone e sua filha Sildmar, madrinha e tia do meu priminho menor, respectivamente. E vejam bem, a vida de um adulto é sempre corrida e agitada mas elas tiveram a preocupação de dar um tempinho aos escritos "bobinhos" de uma adolescente "maluca" e enxergar além disso.
Dessas duas grandes mulheres podemos tirar grandes lições que na humanidade atual são raras. A solidariedade, a preocupação com o próximo, a atenção com a sua realidade e  a importância de fazer a diferença no mundo. Com uma atitude tão bonita elas conseguiram me mostrar que sonhar é o primeiro passo mas ter alguém que acredite com você é essencial. Além disso, nada disso teria acontecido se eu não tivesse tido a coragem de criar o relíquias e expor o que eu sinto, sendo julgada ou não por isso.
Certamente não tenho palavras para agradecer tal gesto ou demonstrar minha imensa felicidade e muito menos uma atitude a ser tomada se não continuar sonhando, realizando e levando essa perspectiva para o mundo e para aqueles que ainda não creem na sua capacidade. Além de fazer o que mais gosto que é colocar em palavras toda admiração e respeito que elas merecem, além do enorme carinho e gratidão.
Espero de todo o meu coração que vocês, assim como me ajudaram a realizar alguns dos meus sonhos, possam realizar os seus e continuem fazendo a diferença na sociedade. E obrigada por além dos presentes, me ensinarem tantos valores.  

11 de dezembro de 2015

[Séries] Scream


Sinopse

Após se tornar viral, um vídeo na internet faz a jovem Audrey ficar com problemas e aparentemente serve como catalisador para um assassinato que abre uma janela para o passado da cidade que inclui uma onda de assassinatos feita pelo falecido maníaco Brandon James. Com um revelados final, essa série de suspense retrata a mente conturbada de um maníaco com um passado sombrio e medonho, nesta série todos são suspeitos.


Impressões

Essa é uma das séries que eu não tinha pretensão nenhuma de assistir porém por influência de uma colega de escola em particular acabei me rendendo a proposta. Como disse acima a história se inicia a partir do momento que vaza um vídeo sobre duas estudantes se beijando e isso se torna a maior "bomba" do momento, que para mim foi somente uma distração para que o assassino pudesse agir, e sim, ele age.  
A primeira vítima desencadeia diversas reações dos demais estudantes e também moradores da cidade de Lakewood que a anos atrás já havia sido assombrada pela terrível série de assassinatos cometidos por um psicopata chamado de "Brandon James". O cara sempre matava as pessoas trajando aquela famosa máscara do filme "Pânico". E agora ele parece estar de volta, porém bem mais misterioso e com um alvo em particular, a nossa protagonista, Emma. E é ela quem recebe todas as coordenadas do assassino, de próximos assassinatos e jogos bem peculiares valendo a vida de seus amigos. 


Digamos que Emma para mim é o tipo de protagonista bem sem graça, porque na verdade qualquer um poderia assumir seu papel e ela não faria falta alguma. Não é uma personagem cativante que te faça torcer por ela, é simplesmente, comum. Dos demais também são poucos que realmente me fizeram gostar deles. Riley, Noah e Audrey foram os únicos pelo menos até metade da primeira temporada. Após isso, a Brooke e o Kieran também haviam entrado na minha lista mas realmente não eram personalidades marcantes como os outros. 
As mortes chegavam a ser previsíveis mas de certa forma você sempre quebrava a cara. Pois enquanto apostava  na ida de um, era o outro quem sofria do outro lado. E os efeitos também foram bem bizarros, típicos de alguns filmes de terror, ou seja, nada convincente! 


E toda a série gira em torno de descobrir a verdadeira identidade do assassino e o porquê dele estar fazendo isso, além de ter uma lição bem bacana ao revelar segredos dos próprios personagens que Emma acreditava conhecer, o que nos mostra que nem sempre convivência é sinal de conhecimento. Descobrimos que a própria mãe da Emma tinha relações com Brandon James e se torna sua suspeita. Mas no final de tudo, quem eu menos esperava é revelada como o (a) protagonista dos assassinatos. Esse foi um dos pontos positivos da série, a pessoa quem realizava e seus motivos me pareceram bem reais e sanguinários. A questão é que ela tinha um aliado bem peculiar, e a proposta da segunda temporada é falar um pouco mais sobre ele. Fiquei bem intrigada com essa descoberta, oque me deixou ainda mais ansiosa para a estreia.
Enfim galera, para mim não é a melhor das séries mas serve para passar o tempo, se sentir intrigado sobre a identidade do mascarado e tomar sustos leves. E vocês, tem algo a dizer sobre Scream? Conta para a gente! 

Comentários de quem também já viu:

 "Eu não sou muito fã dos clichês de típicos filmes de terror, Scream também tem essa vibe. Mas você esquece de tudo quando está tentando descobrir a verdade sobre tudo e todos. " 

Rafaela Souza

10 de dezembro de 2015

[Resenhas] Quem é você Alasca?, John Green



SPOILER

Sinopse
Miles Halter vivia uma vidinha sem graça e sem muitas emoções (ou amizades) na Flórida. Ele tinha um gosto peculiar: memorizar as últimas palavras de grandes personalidades da história. Uma dessas personalidades, François Rabelais, um escritor do século XV, disse no leito de morte que ia em “busca de um Grande Talvez”. Para não ter que esperar a morte para encontrar seu Grande Talvez, Miles decide fazer as malas e partir. Ele vai para a Escola Culver Creek, um internato no ensolarado Alabama. 

Lá, ele conhece Alasca Young. Ela tem em seu livro preferido, O general em seu labirinto, de Gabriel García Márquez, a pergunta para a qual busca incessantemente uma resposta: “Como vou sair desse labirinto?” Inteligente, engraçada, louca e incrivelmente sexy, Alasca vai arrastar Miles para seu labirinto e catapultá-lo sem misericórdia na direção do Grande Talvez. Miles se apaixona por Alasca, mesmo sem entendê-la, mesmo tentando sem sucesso decifrar o enigma indecifrável de seus olhos verde-esmeralda.




(Tumblr)



Impressões

Quem é você Alasca é um livro que eu pretendia ler desde o ano passado quando a febre "John Green" estourou de vez. E não só por isso, mas principalmente por essa capa de margarida que é oque mais me encantou, confesso. Então finalmente tive a oportunidade de adquiri-lo esse ano e não tardei em começar a leitura, o resultado foi uma depressão literária.
Tudo bem deixe eu me explicar antes que você me entenda mal e acredite que estou insultando o livro ou sei lá o que, pelo contrário. De início somos introduzidos ao sem graça mundo de Miles que não possui muitos amigos, nunca bebeu ou foi a uma festa e nem mesmo viveu grandes aventuras Me identifiquei :B . Seu maior hobbie é memorizar as últimas palavras de grandes ícones e um dos seus favoritos citou que "Sai em busca de um grande talvez". É a partir disso que ele decide ir para o internato onde o pai estudou para buscar seu "grande talvez".
Assim que ele chega ao local nota que definitivamente nada mais será o mesmo, até o clima é diferente. Então conhecemos seu colega de quarto, o coronel, que para mim tem uma das melhores personalidades desenvolvidas pelo John, ele é incrível gente. Não o tipo de amigo que te abraça ou tem os melhores conselhos, mas aquele que te empurra e não o deixa cair. É explosivo e engraçado, rebelde e deslocado. Também temos o Takumi, a Laura (Que tem uma queda pelo Miles) e por fim, Alasca Young, que rouba a cena. 

(Tumblr)

Ela é o tipo de garota instável que ao mesmo tempo que tem paciência para ensinar pré-cálculo é intensa em suas ações. Ela fala sobre tudo, não tem vergonha de beber e fumar e seguir regras não é o seu forte. Ou seja, o contrário de Miles. Esse é o motivo da frase acima, uma das minhas preferidas. E também temos outra citação clássica da Alasca, "como sairemos desse labirinto de sofrimento?" Que mais abaixo, irei dizer o que entendi com isso.
Juntos esse grupo apronta poucas e boas em Culver Creek dando muita dor de cabeça para o águia, uma espécie de inspetor, mas nos ensinam diversos valores. E o Miles até ganha um apelido, "gordo", uma ironia já que ele é magro feito um flamingo :P.
O livro é narrado a partir de dias que se dividem no "antes" e "depois" de um grande acontecimento, chocante por sinal. Eu pessoalmente não esperava e confesso que sofri, mas aprendi muito. Por isso o "depressão literária" acima, um aviso, prepare-se.
E a grande lição que tiro dele é que se não por mais que tenhamos que sofrer, chorar, sorrir, brigar ou seja lá qual for a emoção se não sairmos do comodismo, da linha de conforto e nos arriscarmos no labirinto da vida será sempre a mesma coisa. A mesma rotina, os mesmos dias, as mesmas pessoas. Por isso, arrisque-se, viva, liberte-se, perdoe, ame ... Porque de qualquer forma, no final, a saída dele será a morte. 
É perfeito, super recomendo

Frases Marcantes

"Vocês fumam para saborear. Eu fumo para morrer."

“Não sabia se podia confiar nela e já estava cansado de sua imprevisibilidade - fria num dia, meiga no outro; irresistivelmente sedutora num momento e insuportavelmente chata no outro.”
“Você não pode me mudar e depois ir embora.”
“Não posso ser uma dessas pessoas que ficam sentadas falando que pretendem fazer isso e aquilo. Eu vou fazer e pronto. Imaginar o futuro é uma espécie de nostalgia.”

"Chega uma hora em que é preciso arrancar o Band-Aid. Dói, mas pelo menos acaba de uma vez e ficamos aliviados."

É isso pessoal, essas foram minhas impressões do clássico de John Green. Você também tem algo a falar sobre ele? Fique à vontade, e até a próxima.

7 de dezembro de 2015

[Séries] Sobrenatural, Quinta e Sexta Temporada


Sinopse
Sam esta tomando sangue de demônio de Ruby, fazendo assim que seus poderes psíquicos fiquem cada vez mais fortes e podendo ser uma criatura à ser caçada. Uma série de acontecimentos separam Sam e Dean, e ambos fazem o que acham que devem fazer, Dean aceita obedecer as ordens de Deus e seus anjos, e Sam foge com Ruby à procura de Lilith. Castiel conta a Dean que se Lilith morrer será quebrado o ultimo selo. Dean e Castiel se rebelam contra as ordens divinas e tentam impedir o apocalipse, detendo Sam, cujo objetivo é matar Lilith à qualquer custo. Dean chega tarde demais para impedir que Sam mate Lilith e o ultimo selo é quebrado, e então Lúcifer é libertado.

Impressões
Atenção você que pretende começar a assistir Sobrenatural, tenho um conselho, não saía dizendo que tal temporada é a sua preferida antes que acabe todas ou então que já viu de tudo nessa série porque a cada temporada terminada eu me surpreendo mais. Logo, com a quinta não foi diferente.
Dentre todas que já vi até hoje esta foi uma das melhores se não a melhor. É quando as coisas acontecem de uma maneira tão rápida que se você pisca pode perder um detalhe crucial.
Após a morte de Lilith, o último selo é quebrado e Lúcifer libertado, ou seja, um passo para o apocalipse. A partir de então ele busca uma casca que seja resistente o suficiente até o dia de sua luta com Miguel, o arcanjo. E adivinhem quem serão as cascas? Sim, se você apostou em Sam e Dean merece um biscoito.
Os episódios giram em torno da obsessão de ambas as partes para conseguirem que os garotos digam sim e aceitem seu "destino". Mas como eles são rebeldes não o fazem, até serem obrigados meeesmo.
Meus episódios favoritos foram " ocurioso caso de Dean Winchester", "os verdadeiros caça-fantasmas" e "Sam interrompido" com a cena épica do "pudim".


E um dos fatos mais tristes dessa temporada é a morte da Jô e da Ellen, cara eu chorei muito. Torcia mesmo para que a Jô pudesse ficar com o Dean e a Ellen com o Bobby. :/

Sexta Temporada


Sinopse
A sexta temporada será misteriosa e sombria. O Céu e o Inferno foram deixados numa imensa confusão desde os acontecimentos apocalípticos da quinta temporada. E agora, monstros, anjos e demônios vagueiam num mundo sem leis e caótico. Entretanto, Dean Winchester, que decidiu abandonar a vida de caçador para sempre, encontrasse a ser tentado a voltar à antiga vida por, nada mais, nada menos, que Sam Winchester (que por sua vez conseguiu escapar do Inferno). Os dois voltam a reunir-se na caça contra as criaturas do mal mas rapidamente percebem que não são mais os mesmos, que a sua relação está completamente diferente e nada é o que parece.

Impressões

Esta temporada tem uma das aberturas mais lindas, são vidros se quebrando até formar o nome da série e confesso que isso já me deixou bem animada. Então logo de início esbarramos em um Dean pai de família. Após Sammy ter caído na jaula com Lúcifer, o mais velho cumpriu sua promessa e foi procurar Lisa para formarem uma família. Gente se eu dissesse que não achei estranho seria mentira, porque foi. Até o velho Impala ficou na garagem juntando pó! E para ser bem sincera eu gosto muito do Ben mas não tanto da Lisa.
Então quando o Sam volta as coisas passam a ser mais complicadas pois ficar com Lisa e voltar ao trabalho significa ameaçar a vida dela e de seu filho (que ainda acho que é filho do Dean), fora que o Sam já não é mais o mesmo, que em determinado momento descobrimos que é porque está sem alma.
Mas quem o tirou da jaula? E por que sem alma? Essas são algumas das perguntas que são respondidas ao longo dos episódios, além de várias revelações sobre personagens que amamos e cenas hilárias do Cass com a Meg! Sério, a Meg! Se você não se lembra dela, é um demônio que aparece ao longo das temporadas porém agora ela está em versão, digamos que, "Fofinha" . Esse é um dos meus episódios favoritos. 


Porém isso não quer dizer que é uma das mais empolgantes, afinal os acontecimentos são um pouco lentos. Mas em resumo temos a troca de personalidades e personagens obrigados a viverem de formas diferentes e enfrentando novos desafios oque foi uma proposta muito bacana.
Ah e antes que eu me esqueça, tem um dos melhores finais. Adorei

É isso pessoal. Você também tem algum comentário a fazer sobre Sobrenatural? Conta para a gente!

1 de dezembro de 2015

[Tag] Felicidade

(Tumblr)

Olá pessoal! Hoje estou aqui para falar de algo muito importante na vida de qualquer pessoa, felicidade! Eu vi uma Tag que falava exatamente disso no blog na Tainara caso alguém queira conferir e fiquem a vontade para também fazer, vamos lá.

Perguntas

1. O que você gosta de fazer quando está sozinha (o)?

Nossa, pergunta difícil. Eu gosto de fazer várias coisas não tem como citar apenas uma então vou listar as três mais comuns que são ler, escrever e assistir televisão afinal nada melhor do que ver algo sem ninguém para interromper aquela frase crucial não é mesmo?(risos)

2. O que você gosta de fazer junto com outras pessoas (amigos, família ou namorado)?

Normalmente eu gosto de colocar os assuntos em dia seja em um passeio para o parque ou cinema ou em uma simples confraternização de família. 

3. Pequenas coisas que te faziam feliz na sua infância.

Ah doce infância, é a minha fase preferida. Certamente uma coisa que me fazia feliz era inventar moda na hora de brincar, dando aula para minhas pelúcias e pintando o cabelo das bonecas. Além de assistir desenhos animados e aprender algo novo na escola.

4. Uma coisa que te deixou feliz essa semana.

A estreia de Jogos Vorazes, A Esperança - O Final

5. Uma comida que te deixa feliz ( doce ou salgada).

Gente agora vocês vão achar estranho mas é sério, batata me deixa feliz. Seja ela frita, cozida ou assada, batata é vida!

6. Cite 3 coisas que te deixam muito feliz.

1. Ter a minha família unida.
2. Comprar livros.
3. Férias. 

7. Complete: Felicidade é….
... A conquista, o reencontro, a superação, a amizade, o amor e a vida.

8. Convide 3 pessoas para responder essa TAG.

Vou deixar livre para quem quiser responder

22 de novembro de 2015

[Tag] Complete a frase



Olá pessoal! Tudo bem com vocês? Espero que sim. Hoje estou aqui para realizar uma tag porque fui indicada pela Babi, do Imperfeição Literária. Obrigada Babi ♥ 

Amo responder tags e se você também quer me indicar para um delas fique a vontade :)

E vamos a Tag, as regras são as seguintes:
  • Completar todas as frases;
  • É preciso indicar no mínimo 5 blogs e avisá-los;
  • Marcar na postagem quem te marcou;
  • E comentar o link com a sua resposta.
Frases

Sou extremamente sonhadora
Não suporto, injustiça. Eu nunca, maltrataria um animal.
Eu já briguei, por causa do computador. (É sério, naquela época o vício era grande :p)
Quando criança, eu gostava de comer cebola. (Eca!)
Nesse exato momento, estou de pijama! :p
Eu morro de medo, de perder meus pais.
Eu sempre gostei de escrever, desde menor.
Se eu pudesse, acabava com a desigualdade social do mundo.
Fico feliz quando, vejo minha família unida.
Se pudesse voltar no tempo, teria deixado a vergonha de lado e aproveitado o momento.
Adoro, ver filmes ou séries de madrugada.
Quero muito viajar, para o Reino Unido!
Eu preciso, de férias! (Urgente)
Não gosto de ver, brigas. Odeio!

Agora vamos as indicações:
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...